De ilha em ilha, com a profissão no horizonte
07 Mai'18 | Açores

De ilha em ilha, com a profissão no horizonte

Os Roteiros Farmacêuticos regressaram aos Açores, para mais um conjunto de visitas aos farmacêuticos do arquipélago e aos locais onde estes exercem a sua atividade, em especial nas ilhas que ainda não tinham sido visitadas no âmbito deste projeto. Durante cinco dias, os dirigentes da OF contactaram com colegas e autoridades locais, conheceram as suas preocupações e os desafios da insularidade e participaram numa das mais simbólicas festas religiosas nacionais, a procissão do Santo Cristo dos Milagres, em Ponta Delgada.
[A acompanhar a bastonária nesta visita à Região Autónoma dos Açores estiveram a presidente da Secção Regional do Sul e Regiões Autónomas, Ema Paulino, o presidente de Secção Regional do Norte, Franklim Marques, e a presidente da Delegação Regional dos Açores, Ana Margarida Martins].

O percurso envolveu passagens pelas ilhas Terceira, Faial, Pico, São Jorge e São Miguel, abrangendo a Universidade dos Açores, hospitais e unidades de saúde de ilha, farmácias e laboratórios de análises clínicas, dando assim uma visão abrangente sobre as especificidades regionais do circuito do medicamento, do setor análises, do ensino e dos cuidados de saúde, em geral.


PRIMEIRAS VISITAS NA TERCEIRA

O polo de Angra de Heroísmo da Universidade dos Açores foi o primeiro local visitado pela comitiva da OF, que foi recebida pela diretora da Faculdade de Ciências Agrárias e do Ambiente, Maria de Lurdes Dapkevicius, e pela coordenadora do Curso Preparatório do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, Teresa Lima. Estas duas responsáveis explicaram a relação protocolada com a Universidade do Porto, para onde são encaminhados os alunos após a conclusão dos dois primeiros anos do Mestrado Integrado.

Este ano, entraram no Curso Preparatório oito novos alunos, que se juntaram aos onze do segundo ano, perfazendo um total de 19 estudantes de Ciências Farmacêuticas nos Açores. Esta é também a 11ª geração de alunos e futuros farmacêuticos que passaram pela Universidade dos Açores, muitos dos quais acabam por regressar ao arquipélago para exercer a profissão, depois da conclusão do curso no Porto.

O Roteiro prosseguiu com visitas a farmácias e laboratórios de análises clínicas na ilha Terceira, quer em Angra do Heroísmo – Farmácia Vasconcelos e Laboratório de Análises Clínicas Adelino Andrade Sousa – quer na Praia da Vitória – Farmácia Silva. Em cada um destes locais foi possível registar algumas preocupações e desafios que os farmacêuticos enfrentam na sua atividade quotidiana. De forma transversal, os colegas apelaram à realização de cursos e ações de formação no arquipélago e sublinharam as dificuldades resultantes de sucessivas reduções dos preços dos medicamentos e dos meios complementares de diagnóstico e terapêutica. 


FALTAM FARMACÊUTICOS NAS USI COM INTERNAMENTO

Neste primeiro dia, a comitiva da OF foi também recebida em audiência pelo Secretário Regional da Saúde, Rui Luís, num encontro em que foi analisada a implementação de Serviços Farmacêuticos nos cuidados de saúde primários, tendo em conta as especificadas regionais das Unidades de Saúde de Ilha (USI) do Serviço Regional de Saúde (SRS). A bastonária advertiu para a inexistência de farmacêuticos nas unidades de saúde que têm valência de internamento e onde não está, por isso, garantida a segurança do circuito do medicamento.

Referindo-se em concreto às situações nas ilhas do Pico, Graciosa e em Santa Maria, a dirigente da OF apelou ao membro do Governo Regional para uma rápida resolução do problema, lembrando também a importância do trabalho desenvolvido pelo Gabinete de Gestão do Medicamento e dos Assuntos Farmacêuticos, anunciado por aquele Executivo em novembro do ano passado, como medida para prevenir eventuais dificuldades de abastecimento e ruturas de stock de medicamentos nas unidades de saúde açorianas.


No final desta reunião, a OF assinou um protocolo de colaboração com a Secretaria Regional da Saúde e com a Secretaria Regional da Solidariedade Social para dinamização na Região Autónoma dos Açores do projeto de promoção e educação para a saúde Geração Saudável, na sua variante Sénior.

O primeiro dia do Roteiro terminou com uma reunião com os farmacêuticos da ilha Terceira, na sede da Delegação Regional dos Açores da OF. O encontro reuniu mais de uma dezena de colegas de diferentes áreas profissionais e permitiu a partilha de conhecimentos sobre matérias que afetam o exercício profissional nas áreas da farmácia comunitárias e hospitalar, na distribuição e nos laboratórios clínicos.


COM FARMACÊUTICOS DO GRUPO CENTRAL

O Roteiro Farmacêutico prosseguiu nas ilhas do grupo central, primeiro no Faial, onde a comitiva da OF visitou o Hospital da Horta, o Laboratório de Análises Clínicas Doutora Maria Conceição Bettencourt e a Farmácia Corrêa. No hospital, a bastonária foi recebida pelo presidente do Conselho de Administração, João Morais, numa reunião em que estiveram também o diretor clínico e a enfermeira-chefe desta unidade de saúde. Na reunião com estes responsáveis, foi evidenciada a atividade assistencial do hospital, quer junto da população faialenses, quer das ilhas vizinhas do Pico e São Jorge, em que a interajuda, encaminhamento e referenciação são uma realidade constante. 

O hospital foi alvo de uma importante requalificação, há pouco mais de um ano, capacitando, por exemplo, os Serviços Farmacêuticos para a preparação de citotóxicos. Durante o percurso pela farmácia hospitalar e pelo Serviço de Patologia Clínica, onde trabalham quatro farmacêuticos hospitalares e dois analistas clínicos, foi também abordado o tema da Carreira Farmacêutica no SRS e efetuado um ponto de situação sobre a sua implementação no continente e nas regiões autónomas.



Neste mesmo dia, mas durante a tarde, os dirigentes da OF deslocaram-se à Unidade de Saúde de Ilha do Pico, que engloba os centros de saúde da Madalena, de S. Roque e das Lajes do Pico, e foi com alguma perplexidade que confirmaram a inexistência de profissionais legalmente habilitados para a gestão do circuito do medicamento numa unidade de cuidados de saúde primários com características específicas, como ter um serviço de internamento com quase 40 camas, ocupadas anualmente por cerca de 500 doentes. Para breve está também prevista a entrada em funcionamento da unidade de hemodiálise, que traz requisitos adicionais de segurança, reforçando assim a urgência na contratação de profissionais farmacêuticos.


A presidente do Conselho de Administração, Cláudia Cabrita, e a vogal médica com o pelouro da Farmácia estão sensibilizadas para este problema que os dirigentes da Ordem encontraram, tendo assegurado o empenho na sensibilização da tutela para a sua resolução, em benefício da segurança dos utentes e dos cuidados que são administrados nesta USI.

Durante esta deslocação ao centro de saúde da Madalena, a bastonária visitou também o laboratório de análises clínicas, dirigido pela farmacêutica especialista Isabel Fernandes. Aqui foram reportadasalgumas ineficiências, designadamente em termos organizativos e de responsabilidades profissionais.

POR FARMÁCIAS QUE LUTAM CONTRA O ISOLAMENTO

A visita à ilha do Pico envolveu ainda passagens pelas Farmácia da Madalena e Farmácia Picoense, ambas com uma história riquíssima, em que é evidente o papel social destas unidades nos meios mais isolados. Também no Pico, os dirigentes da OF reuniram com farmacêuticos locais, auscultando os seus problemas e anseios e assumindo o compromisso de dar voz às suas preocupações.


No dia seguinte, a bastonária e os dirigentes da OF partiram em direção à ilha de São Jorge, onde visitaram a USI local, composta pelos centros de saúde de Velas e da Calheta. Embora de menor dimensão, mas também com valência de internamento, a USI de São Jorge tem desde há pouco mais de um ano uma farmacêutica responsável pela gestão dos medicamentos, dispositivos médicos e outros produtos de saúde. A bastonária constatou o árduo trabalho que esta colega tem vindo a realizar nesta unidade, pela organização que deu aos Serviços Farmacêuticos e por todo o empenho em garantir a segurança na utilização destas tecnologias de saúde.

Em conversa com o presidente do Conselho de Administração, Paulo Sousa, foram sublinhadas limitações em termos de recursos humanos, mas foi também referida a dedicação dos colaboradores para suprir eventuais falhas e garantir os melhores cuidados à população de S. Jorge.


À saída, a comitiva passou pela Farmácia da Misericórdia, situada junto ao centro de saúde e partiu em direção à Calheta, para visitar uma das mais antigas farmácias do arquipélago, a Farmácia Tristão da Cunha, dirigida por um ilustre farmacêutico, que aos 88 anos mantém a rotina diária de trabalho na sua farmácia, conterrâneo de vários outros colegas que tiveram importantes responsabilidades na profissão e no ensino farmacêutico, sendo o primeiro bastonário da OF, Francisco Carvalho Guerra, apenas um de muitos exemplos.

UM FINAL EM PROCISSÃO

O último destino deste Roteiro foi a ilha de São Miguel, onde a comitiva da OF continuou as visitas e contactos com farmacêuticos açorianos, quer em Ponta Delgada, quer no norte da ilha – Posto de Colheitas do Laboratório Aires Raposo, Farmácia Sousa Botelho, Farmácia Borges da Ponte e Farmácia da Santa Casa da Misericórdia do Nordeste.


O dia começou, no entanto, com uma visita ao Centro Social e Paroquial de São Pedro, para participação na primeira ação que o projeto Geração Saudável Sénior realizou em São Miguel. Os dirigentes da Ordem falaram com os utentes deste centro, explicaram os objetivos deste projeto da OF e destacaram a importância da adesão à terapêutica e do conhecimento e informação sobre os medicamentos para o sucesso das terapêuticas.

O segundo Roteiro Farmacêutico nos Açores terminou com a participação da comitiva da OF na procissão em honra do Senhor Santo Cristo dos Milagres, que decorreu no dia 6 de maio, em Ponta Delgada, naquela que é umas das festas religiosas mais importantes do arquipélago, e onde os representantes das Ordens profissionais assumem lugar de relevo.

Outros Roteiros

21 Set'18 | Açores Visão completa da Farmácia açoriana Graciosa, Flores e São Miguel foram as ilhas visitadas neste terceiro Roteiro Farmacêutico na Região Autónoma dos Açores. Nas duas primeiras, os dirigentes da OF... Ler Mais
17 Abr'18 | Portalegre Fixar profissionais é o maior desafio das unidades do interior A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos visitou no dia 17 de abril a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), que engloba os Hospitais Dr. José Maria... Ler Mais
19 Dez'17 | Tomar Um modelo de laboratório clínico a preservar A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) visitou, no dia 19 de dezembro, o laboratório de análises clínicas Fernanda Galo Laboratórios, em Tomar, em mais uma... Ler Mais
18 Jul'17 | Pedrogão Grande Tragédias que despertam a solidariedade farmacêutica Enquanto estruturas de proximidade da população, as farmácias conhecem e vivem de perto os problemas das comunidades que servem. Em Pedrógão Grande, Figueiró dos... Ler Mais
12 Jul'17 | Alentejo Profissionalismo e proximidade dos farmacêuticos alentejanos Sob o tórrido e típico calor de verão alentejano, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou nos dias 10 e 12 de julho os colegas dos... Ler Mais
20 Jun'17 | Braga Gestão privada que serve o interesse público O Hospital de Braga foi considerado o melhor hospital do país na avaliação recentemente divulgada pela Entidade Reguladora da Saúde. Em vários rankings e... Ler Mais
05 Jun'17 | Lisboa Polícia Científica e Ciências Farmacêuticas com ligação umbilical O Laboratório de Polícia Científica é um dos laboratórios mais avançados do mundo, com tecnologia de ponta e recursos humanos altamente qualificados. As suas origens... Ler Mais
05 Jun'17 | Sintra A única profissão de saúde com valências na produção Os farmacêuticos de indústria estão presentes, de forma transversal, em todo o processo de desenvolvimento e produção de fármacos. Desde a direção técnica das... Ler Mais
05 Mai'17 | Trás-os-Montes e Alto Douro Bons exemplos no nordeste do país Quatro dias no interior de Portugal para conhecer as dificuldades e os desafios de quem luta diariamente contra a desertificação. O Roteiro que levou a bastonária às... Ler Mais
18 Abr'17 | Santarém Assistência farmacêutica na região do Médio Tejo A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou, no dia 18 de março, o distrito de Santarém, em mais uma iniciativa integrada no projeto "Roteiros... Ler Mais
21 Mar'17 | Oeiras Profissionais de saúde no sistema de saúde prisional Impulsionados pela bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), os bastonários das Ordens dos Enfermeiros e dos Médicos acompanharam Ana Paula Martins na visita ao... Ler Mais
17 Mar'17 | Coimbra Laboratórios que prezam a qualidade e proximidade O Roteiro Farmacêutico realizado no dia 17 de março, na cidade de Coimbra, envolveu a visita a dois laboratórios de análises clínicas dirigidos por duas farmacêuticas... Ler Mais
02 Mar'17 | Lisboa Farmacêuticas nos cuidados de saúde primários Serão pouco mais de meia centena os farmacêuticos que trabalham nas cinco Administrações Regionais de Saúde do País. Na região de Lisboa e Vale do Tejo, reside um dos... Ler Mais
06 Fev'17 | Portimão Intervenção farmacêutica nos serviços públicos algarvios Na primeira vez que se deslocou ao Algarve no âmbito dos Roteiros Farmacêuticos, a bastonária contactou com três áreas distintas de intervenção profissional dos... Ler Mais
05 Dez'16 | Loures Farmácia Hospitalar em hospital PPP A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos visitou, no dia 5 de dezembro, o Hospital Beatriz Ângelo (HBA), em Loures, onde foi recebida pelo administrador executivo,... Ler Mais
29 Nov'16 | Penafiel Dispositivos médicos de produção nacional A Bastos Viegas é um dos vários bons exemplos de empresas portuguesas altamente credenciadas a nível internacional. É referência a nível mundial na área dos... Ler Mais
29 Nov'16 | Porto Cada farmácia com a sua história e experiências Foram quatro as farmácias visitadas pela bastonária durante o Roteiro realizado na região Porto. Separadas pelo Douro ? duas no Porto; duas em Vila Nova de Gaia ?... Ler Mais
28 Nov'16 | Porto Qualidade, segurança e eficácia na terapêutica oncológica O Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto recebeu no dia 28 de novembro a visita da bastonária da Ordem dos Farmacêuticos. O presidente do Conselho de... Ler Mais
29 Out'16 | Ponte de Lima Uma profissão com muitas referências Manuel Pimenta é um dos mais distintos farmacêuticos do nosso País e uma personalidade de referência na vila que ostenta o título de mais antiga de Portugal: Ponte de... Ler Mais
28 Out'16 | Vila Nova de Gaia Farmacêuticos hospitalares compensam com esforço o subfinanciamento da saúde Em visita aos Serviços Farmacêuticos do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), a bastonária louvou o esforço dos farmacêuticos hospitalares que... Ler Mais
28 Out'16 | Porto Transformar conhecimento em valor económico A bastonária foi conhecer a incubadora de empresas da Universidade do Porto - UPTEC-Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto - para perceber os apoios... Ler Mais
23 Jul'16 | Açores Os desafios da insularidade e da descontinuidade geográfica A bastonária visitou a Região Autónoma dos Açores, entre 21 e 23 de julho para contactar com os colegas farmacêuticos açorianos e com eles analisar a atualidade do... Ler Mais
17 Jul'16 | Madeira Em contacto com os farmacêuticos madeirenses Nos dias 15, 16 e 17 de julho, a bastonária deslocou-se à Região Autónoma da Madeira, em mais uma etapa dos Roteiros Farmacêuticos, que passou pelo hospital,... Ler Mais
12 Jul'16 | Lisboa Antigas instalações da farmácia privada são agora para o ambulatório hospitalar A convite do presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), Carlos Martins, a bastonária da OF, Ana Paula Martins, deslocou-se no... Ler Mais
08 Jul'16 | Figueira da Foz Serviços farmacêuticos à medida da população A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) visitou a 8 de julho a Farmácia Saúde e a Farmácia Saúde Lavos, ambas no concelho da Figueira da Foz. As diretoras... Ler Mais
25 Mai'16 | Lisboa Responsabilidade farmacêutica em oncologia Os farmacêuticos que trabalham no Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG) são responsáveis, mensalmente, pela preparação de mais de 3 mil... Ler Mais
11 Mai'16 | Vila Franca de Xira Mais de 200 farmacêuticos a servir nos arredores A "primeira etapa" dos Roteiros Farmacêuticos passou pelo concelho de Vila Franca de Xira, nos arredores de Lisboa. A bastonária visitou algumas unidades de saúde... Ler Mais