Assistência farmacêutica na região do Médio Tejo
18 Abr'17 | Santarém

Assistência farmacêutica na região do Médio Tejo

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou, no dia 18 de março, o distrito de Santarém, em mais uma iniciativa integrada no projeto "Roteiros Farmacêuticos". O percurso envolveu passagens pelos Serviços Farmacêuticos e de Patologia Clínica do Hospital Distrital de Santarém, pela Farmácia Carlos Pereira Lucas, no Entroncamento, e pela Farmácia e Laboratório de Análises Clínicas Silva Tavares, em Abrantes.



HOSPITAL DISTRITAL DE SANTARÉM

A visita ao Hospital Distrital de Santarém iniciou-se com uma reunião com o Conselho de Administração, presidido por José Rianço Josué, e na qual participaram, além do presidente, a diretora clínica, Maria Bernardes, a enfermeira diretora, Ilda Veiga, e o vogal executivo, João Rico. O diretor dos Serviços Farmacêuticos, João Cotrim, e da farmacêutica Rosário Luís, do Serviço de Patologia Clínica, juntaram-se à equipa hospitalar que recebeu Ana Paula Martins.

A bastonária começou por explicar os motivos da visita e os objetivos destes Roteiros Farmacêuticos, reiterando a importância de ouvir a opinião e a experiência dos colegas que estão no terreno sobre o exercício da profissão nos seus diferentes ramos.

Nesta fase, Ana Paula Martins referiu-se ao processo legislativo em curso para criação de uma Carreira Farmacêutica no SNS, cujo estatuto está atualmente em apreciação pública, após publicação no Boletim do Trabalho e Emprego. A bastonária esclareceu que o diploma visa consagrar o percurso profissional dos farmacêuticos com vínculo à Administração Pública, englobando numa fase inicial as áreas da Farmácia Hospitalar, Análises Clínicas e Genética Humana e, posteriormente, as outras áreas profissionais representadas no setor público, como os Assuntos Regulamentares, as análises ambientais ou no domínio da Saúde Pública.

Para a bastonária, outro dos grandes objetivos desta carreira especial reservada aos farmacêuticos reside na criação de um internato farmacêutico que permita a formação e qualificação de novos profissionais, capacitando-os para as múltiplas atividades e funções em Farmácia Hospitalar, num processo que pode conduzir à especialização e assunção de responsabilidades de direção técnica.

Ana Paula Martins espera que a aprovação do diploma ocorra com a "urgência” prevista na própria proposta e que o Orçamento do Estado para o próximo ano possa já prever a abertura de algumas vagas para o internato farmacêutico, garantindo-se assim, de forma gradual, a transição geracional que a profissão já tem vindo a prosseguir noutros setores, como a Farmácia Comunitária, em que a maioria dos farmacêuticos têm menos de 40 anos.

Os dirigentes do hospital referiram-se, por sua vez, a algumas questões relacionadas com o consumo de medicamentos, que representam quase 20 por cento do orçamento anual. Destacaram, em concreto, aos encargos com os medicamentos resultantes de Autorizações de Utilização Excecional (AUE), a política de biossimilares e acesso à inovação terapêutica ou as dificuldades associadas à descontinuação de alguns medicamentos, como é o caso da dexametasona.

Durante esta visita foi também possível testemunhar a colaboração entre as equipas de saúde, patente também ao nível da Comissão de Farmácia e Terapêutica, que têm agora novo enquadramento legal, em virtude da publicação recente do diploma que determina as responsabilidades e composição das novas Comissões de Farmácia e Terapêuticas das unidades hospitalares.

Após a reunião com o Conselho de Administração, a bastonária dirigiu-se ao Serviço de Patologia Clínica, onde médicos patologistas e farmacêuticos analistas estão praticamente em paridade. Desta equipa fazem parte quatro farmacêuticas, que asseguram a validação biopatológica das cerca de 500 análises realizadas diariamente no serviço, bem como o seu funcionamento ininterrupto.

Em conversa com alguns elementos da equipa, a bastonária referiu-se ao número decrescente de profissionais farmacêuticos que enveredam por este ramo de atividade, assegurando, no entanto, que a OF, em conjunto com as faculdades, está a acompanhar esta tendência e a desenvolver uma estratégia para que o setor analítico se mantenha como uma área nobre da profissão.

Em seguida, conduzida pelo seu diretor técnico, João Cotrim, a dirigente da OF percorreu as instalações da farmácia do Hospital de Santarém, que foi apresentando os respetivos colaboradores, entre os quais oito farmacêuticos, e as principais atividades e indicadores do serviço.

O percurso envolveu passagens pela farmácia de ambulatório, hospital de dia, unidade de preparação de citotóxicos, entre outros, tendo nesta fase sido sublinhado o elevado número de novos casos de melanomas que surgem nesta região do País, e que fazem do hospital uma referência no tratamento deste tipo e cancro.

Em conversa com a bastonária, o diretor do serviço farmacêutico referiu-se também às inspeções realizadas pelo Infarmed na farmácia hospitalar, lamentando que, em alguns casos, sejam efetuadas por profissionais sem a devida preparação, com desconhecimento sobre da atividade dos serviços farmacêuticos e que acabam por levantar questões de menor relevância, mas que colocam em causa todo o seu funcionamento e o próprio acesso dos doentes à terapêutica.

Ao longo deste percurso, a bastonária esteve sempre acompanhada pelo presidente da instituição, tornando também evidente a relação de proximidade de José Josué com toda a equipa de colaboradores e com alguns doentes, resultado de uma ligação à unidade hospitalar que perdura há cerca de 20 anos.


FARMÁCIA CARLOS PEREIRA LUCAS

O Roteiro pelo distrito de Santarém prosseguiu com a visita à Farmácia Carlos Pereira Lucas, no Entroncamento. O diretor técnico, Pedro Marques, apresentou a equipa de colaboradores, que inclui  outros cinco farmacêuticos, e as respetivas instalações, cuja área de atendimento ao público foi remodelada há cerca de um ano.

Durante esta visita, a bastonária ficou a conhecer um pouco da história desta farmácia e o seu enquadramento na vila do Entroncamento. Com uma equipa jovem e extremamente dinâmica, a Farmácia Carlos Pereira Lucas disponibiliza um vasto leque de serviços muito valorizados pela população e que contribuem também para a realização profissional de toda a equipa, pela relação de proximidade criada com os utentes e com os outros profissionais de saúde, em especial com os médicos da região.

A este propósito, a bastonária e o diretor técnico trocaram algumas impressões sobre a regulamentação e jurisdição dos serviços que podem ser prestados nas farmácias comunitárias, nomeadamente por parte de outros profissionais, como os nutricionistas, podologias, naturopatas, esteticistas, entre outros. O responsável da farmácia referiu-se também a algumas outras matérias que preocupam quem diariamente trabalha ao balcão da farmácia, como a prática de descontos ou os problemas de abastecimento e ruturas de stock.

A bastonária explicou que a Portaria que virá regulamentar algumas destas questões deverá estar publicada até ao verão, ficando clarificadas muitas das dúvidas que alguns colegas têm vindo a reportar ao longo destas visitas integradas nos Roteiros Farmacêuticos.

Ana Paula Martins registou também algumas sugestões dos colegas sobre a intervenção da OF, tendo neste capitulo sido apresentadas algumas ideias sobre a formação organizada pela OF e sobre a comunicação com os seus membros.


FARMÁCIA E LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS SILVA TAVARES

A última etapa deste Roteiro teve como destino a cidade de Abrantes, onde o farmacêutico José Silva Tavares é figura de relevo. Aos 94 anos mantém o vigor e a disciplina de uma vida profissional ativa, sendo presença assídua na farmácia e no laboratório de análises clínicas que fundou há mais de 60 anos, na freguesia de Alferrarede, com a sua mulher.

Com esta experiência de vida, são inúmeras as histórias que tem para contar sobre a profissão, sobre o setor das análises clínicas, sobre a região ou sobre o País. Pertence a uma geração de farmacêuticos, onde se incluem Aluísio Marques Leal ou Carlos Silveira, entre muitos outros, cuja intervenção foi fundamental para o reconhecimento da profissão nos seus vários ramos de atividade.

Alguns dos filhos e netos seguiram-lhe as pisadas nas profissões de saúde e envolveram-se no desenvolvimento do Grupo Silva Tavares, que é hoje uma referência na prestação de serviços de medicina laboratorial e medicina do trabalho, tendo como clientes grandes empresas nacionais, autarquias e organizações como a CUF, cujas origens remontam também à freguesia de Alferrarede.

A farmácia e o laboratório de análises clínicas Silva Tavares partilham o mesmo edifício. Construído de raiz e com toda a tecnologia de ponta, o laboratório é uma referência nacional e mundial na área do diagnóstico clínico, colaborando com as principais empresas multinacionais do setor no desenvolvimento dos equipamentos, de técnicas de diagnóstico e validação de resultados.

Foi assim com alguma surpresa que a bastonária ficou a conhecer a história e o percurso de vida deste farmacêutico, ficando particularmente impressionada com os inúmeros relatos de visitas de conceituados investigadores, responsáveis de empresas de setor e das áreas das tecnologias de informação e comunicação.

A farmácia, por sua vez, ocupa o piso inferior do edifício, apresentando uma arquitetura moderna, que lhe dá um aspeto amplo e sóbrio, também justificado pela inexistência de grandes espaços para exposição de produtos na área de atendimento ao público. A Farmácia Silva Tavares foi também pioneira na instalação de um sistema automatizado de dispensa de medicamentos ao público (robot), naquela que constituiu mais uma demonstração da preocupação dos seus responsáveis com o desenvolvimento e modernização da atividade dos farmacêuticos em ambos os setores de atividade.

No final da visita, João Silva Tavares confessou ter sido a primeira vez, nos 67 anos de vida da farmácia, que dirigentes da OF se deslocaram a Abrantes para conhecer o seu projeto pessoal, tendo entregue à bastonária uma nota para assinalar o fato.

Ana Paula Martins ficou extremamente sensibilizada com o gesto, assumindo o compromisso para o desenvolvimento e outras ações que deem a conhecer aos restantes colegas o importante papel que pessoas como João Silva Tavares tiveram para o prestígio e dignificação da profissão.

Outros Roteiros

07 Mai'18 | Açores De ilha em ilha, com a profissão no horizonte Os Roteiros Farmacêuticos regressaram aos Açores, para mais um conjunto de visitas aos farmacêuticos do arquipélago e aos locais onde estes exercem a sua atividade,... Ler Mais
17 Abr'18 | Portalegre Fixar profissionais é o maior desafio das unidades do interior A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos visitou no dia 17 de abril a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), que engloba os Hospitais Dr. José Maria... Ler Mais
19 Dez'17 | Tomar Um modelo de laboratório clínico a preservar A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) visitou, no dia 19 de dezembro, o laboratório de análises clínicas Fernanda Galo Laboratórios, em Tomar, em mais uma... Ler Mais
18 Jul'17 | Pedrogão Grande Tragédias que despertam a solidariedade farmacêutica Enquanto estruturas de proximidade da população, as farmácias conhecem e vivem de perto os problemas das comunidades que servem. Em Pedrógão Grande, Figueiró dos... Ler Mais
12 Jul'17 | Alentejo Profissionalismo e proximidade dos farmacêuticos alentejanos Sob o tórrido e típico calor de verão alentejano, a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou nos dias 10 e 12 de julho os colegas dos... Ler Mais
20 Jun'17 | Braga Gestão privada que serve o interesse público O Hospital de Braga foi considerado o melhor hospital do país na avaliação recentemente divulgada pela Entidade Reguladora da Saúde. Em vários rankings e... Ler Mais
05 Jun'17 | Lisboa Polícia Científica e Ciências Farmacêuticas com ligação umbilical O Laboratório de Polícia Científica é um dos laboratórios mais avançados do mundo, com tecnologia de ponta e recursos humanos altamente qualificados. As suas origens... Ler Mais
05 Jun'17 | Sintra A única profissão de saúde com valências na produção Os farmacêuticos de indústria estão presentes, de forma transversal, em todo o processo de desenvolvimento e produção de fármacos. Desde a direção técnica das... Ler Mais
05 Mai'17 | Trás-os-Montes e Alto Douro Bons exemplos no nordeste do país Quatro dias no interior de Portugal para conhecer as dificuldades e os desafios de quem luta diariamente contra a desertificação. O Roteiro que levou a bastonária às... Ler Mais
21 Mar'17 | Oeiras Profissionais de saúde no sistema de saúde prisional Impulsionados pela bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), os bastonários das Ordens dos Enfermeiros e dos Médicos acompanharam Ana Paula Martins na visita ao... Ler Mais
17 Mar'17 | Coimbra Laboratórios que prezam a qualidade e proximidade O Roteiro Farmacêutico realizado no dia 17 de março, na cidade de Coimbra, envolveu a visita a dois laboratórios de análises clínicas dirigidos por duas farmacêuticas... Ler Mais
02 Mar'17 | Lisboa Farmacêuticas nos cuidados de saúde primários Serão pouco mais de meia centena os farmacêuticos que trabalham nas cinco Administrações Regionais de Saúde do País. Na região de Lisboa e Vale do Tejo, reside um dos... Ler Mais
06 Fev'17 | Portimão Intervenção farmacêutica nos serviços públicos algarvios Na primeira vez que se deslocou ao Algarve no âmbito dos Roteiros Farmacêuticos, a bastonária contactou com três áreas distintas de intervenção profissional dos... Ler Mais
05 Dez'16 | Loures Farmácia Hospitalar em hospital PPP A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos visitou, no dia 5 de dezembro, o Hospital Beatriz Ângelo (HBA), em Loures, onde foi recebida pelo administrador executivo,... Ler Mais
29 Nov'16 | Penafiel Dispositivos médicos de produção nacional A Bastos Viegas é um dos vários bons exemplos de empresas portuguesas altamente credenciadas a nível internacional. É referência a nível mundial na área dos... Ler Mais
29 Nov'16 | Porto Cada farmácia com a sua história e experiências Foram quatro as farmácias visitadas pela bastonária durante o Roteiro realizado na região Porto. Separadas pelo Douro ? duas no Porto; duas em Vila Nova de Gaia ?... Ler Mais
28 Nov'16 | Porto Qualidade, segurança e eficácia na terapêutica oncológica O Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto recebeu no dia 28 de novembro a visita da bastonária da Ordem dos Farmacêuticos. O presidente do Conselho de... Ler Mais
29 Out'16 | Ponte de Lima Uma profissão com muitas referências Manuel Pimenta é um dos mais distintos farmacêuticos do nosso País e uma personalidade de referência na vila que ostenta o título de mais antiga de Portugal: Ponte de... Ler Mais
28 Out'16 | Vila Nova de Gaia Farmacêuticos hospitalares compensam com esforço o subfinanciamento da saúde Em visita aos Serviços Farmacêuticos do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), a bastonária louvou o esforço dos farmacêuticos hospitalares que... Ler Mais
28 Out'16 | Porto Transformar conhecimento em valor económico A bastonária foi conhecer a incubadora de empresas da Universidade do Porto - UPTEC-Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto - para perceber os apoios... Ler Mais
23 Jul'16 | Açores Os desafios da insularidade e da descontinuidade geográfica A bastonária visitou a Região Autónoma dos Açores, entre 21 e 23 de julho para contactar com os colegas farmacêuticos açorianos e com eles analisar a atualidade do... Ler Mais
17 Jul'16 | Madeira Em contacto com os farmacêuticos madeirenses Nos dias 15, 16 e 17 de julho, a bastonária deslocou-se à Região Autónoma da Madeira, em mais uma etapa dos Roteiros Farmacêuticos, que passou pelo hospital,... Ler Mais
12 Jul'16 | Lisboa Antigas instalações da farmácia privada são agora para o ambulatório hospitalar A convite do presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), Carlos Martins, a bastonária da OF, Ana Paula Martins, deslocou-se no... Ler Mais
08 Jul'16 | Figueira da Foz Serviços farmacêuticos à medida da população A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF) visitou a 8 de julho a Farmácia Saúde e a Farmácia Saúde Lavos, ambas no concelho da Figueira da Foz. As diretoras... Ler Mais
25 Mai'16 | Lisboa Responsabilidade farmacêutica em oncologia Os farmacêuticos que trabalham no Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG) são responsáveis, mensalmente, pela preparação de mais de 3 mil... Ler Mais
11 Mai'16 | Vila Franca de Xira Mais de 200 farmacêuticos a servir nos arredores A "primeira etapa" dos Roteiros Farmacêuticos passou pelo concelho de Vila Franca de Xira, nos arredores de Lisboa. A bastonária visitou algumas unidades de saúde... Ler Mais